Home




BR



GLOSSÁRIO

DEFESA BR



A B C D E F G H I J K L M
N O P Q R S T U V W X Y Z






A


AAA (Anti-Aircraft Artillery - Artilharia Anti-Aeronaves - ver AAW)

AAAe (Artilharia Antiaérea - do EB)

AAAPAFCR (
Advanced Airborne Active Phase Array Fire Control Radar - Radar Avançado de Controle de Fogo Aerotransportado de Varredura Eletrônica Ativa)

AAAV (Advanced Amphibious Assault Vehicle - Veículo Avançado de Assalto Anfíbio)

AACMI (Autonomous Air Combat Manoeuvring Instrumentation - Instrumentação Autônoma para Simulação e Avaliação de Manobras de Combate)

AAM (Air-to-Air Missile - Míssil Ar-Ar - MAA - Míssil considerado como principal arma dos caças atuais e destinado a derrubar aeronaves inimigas)

AASM (Armement Air-Sol Modulaire -  Armamento Ar-Solo Modular - bomba francesa guiada com precisão  de até 1 metro, dia ou noite)

AAW (Anti-Air Warfare, Anti-Aircraft Warfaree - Guerra Anti-Aérea, Guerra Anti-Aeronaves, Defesa Aérea - 2 )

AAW  (Active Aeroelastic Wing - Asas Aeroesláticas Ativas - 2)

ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Material de Defesa)


ABM (Anti-Ballistic Missile - Míssil Anti-Balístico - usado em defesa contra míssil nuclear, químico, biológico ou nuclear em rota balística)

ABVRAAM (Advanced Beyond Visual Range Air-to-Air Missile - Míssil Ar-Ar BVR Avançado - como o Meteor francês com Enlace de Dados - ver ABVRAAM)

ACC (Area Control Center - Centro de Controle de Tráfego Aéreo - ver ATC)

ACISO (Ação Cívico-Social - do Governo Federal)

ACM (Air Combat Manouvering - Manobra de Combate Aéreo - parte do treinamento padrão de caças da USAF)

ACT (Aerial Combat Tactics - Táticas de Combate Aéreo - parte do treinamento padrão de caças da USAF)

AEROSTAT AIRSHIP (Aerostato - aeronaves baseadas no Princípio de Arquimedes “mais leves que o ar”, como balões e dirigíveis)

AESA (Active Electronally Scanned Array, Active Phased Array Radar -  Radar de Varredura Eletrônica Ativa - ver MESA)

AEW & C (Airborne Early Warning & Control - Alarme Aéreo Antecipado & Controle - aeronave equipada com radares varrendo o espaço aéreo junto a uma frota à procura de aeronaves e embarcações inimigas; controlando e comandando a reação de defesa - fundamental hoje por causa da limitação dos radares de bordo causada pela curvatura da terra)

AFA (Academia da Força Aérea - da FAB, em Pirassununga, São Paulo)

AFSP (Air Force Strategic Plan - Plano Estratégico da Força Aérea)

AFTER BURNER (Pós-Combustão)

AGM (Air-to-Ground Missile - Míssil Ar-Terra - MAT - mesmo que ASM)

AGS (Air-Ground Surveillance - Vigilância Ar-Terra - aeronave responsável por sensoriamento remoto - o R 99 B - ver R 99 B)

AGS (Alliance Ground Surveillance - Vigilância Terrestre da Aliança - futuro sistema da OTAN)


AGSP (Arsenal de Guerra de São Paulo - do EB)

AHeAD (Aircraft Health, Analysis and Diagnosis - Sistema de Diagnóstico e Análise das Condições da Aeronave - novs plataforma computacional da Embraer para a Família 170/190, que possibilita às empresas aéreas monitorar continuamente o estado da aeronave durante o vôo - permite análise da situação em uma base de apoio em solo, para as equipes de manutenção planejarem rapidamente a melhor maneira de solucionar o problema)

AI (Air Interdiction - Interdição Aérea)

AIAB (Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil)

AIRBORNE (Aerotransportado - termo da aviação para designar o que é transportado pelo ar)

AIP (Air Independent Propulsion - Propulsão Independente do Ar -  sistema moderno usado por submarino para recarregar suas baterias elétricas com menor necessidade de vir à tona que os diesel-elétricos habituais - ver 1)

ALAC (Arma Leve Anticarro)

ALCA (Área de Livre Comércio das Américas - Free Trade Area of the Americas - FTAA)

ALCM (Air Launched Cruise Missile - Míssil de Cruzeiro Lançado do Ar)

AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras - do EB, em Resende, RJ)

AMAZÔNIA AZUL (Área Marítima Jurisdicional - soma da Zona Econômica Exclusiva - ZEE - com a Plataforma Continental - juntas representam uma área econômica brasileira de 4.451.766 km2, que vem a ser maior que a metade do território continental, de 8.511.965 km2)

AMAZÔNIA VERDE (Região Continental Amazônica)

AMF (Allied Command Europe Mobile Force - Força Móvel do Comando Aliado Europeu)

AMOS (Advanced MOrtar System - Sistema Avançado de Morteiros - torre automática de morteiros de 120 mm - ver AMV)

AMRAAM (Advanced Medium Range Air-to-Air Missile - Míssil Ar-Ar Avançado de Médio Alcance - concorrem os mísseis BVR : AIM 120 americano, o R-77 russo, o Derby israelense e o R-Darter sul-africano)

AMRJ (Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro - fundado em 1763 no sopé do mosteiro de São Bento e transferido para a Ilha das Cobras em 1948. Sempre alternou períodos de desenvolvimento e de dificuldades)

AMTT (Advanced Multi-role Tanker Transport - Avião Tanque e Transporte Avançado Multitarefa)

AMV (Advanced Modular Vehicle or Armoured Modular Vehicle - Veículo Modular Avançado ou Veículo Modular Blindado - o 8x8 Patria AMV)

ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás e Bio-Combustível)

APU (Auxiliary Power Unity - Unidade de Potência Auxiliar)

ARM (Anti-Radiation Missile)

ARPA (Automatic Radar Plotting Aid)

ASAT (Anti-Satellite - Anti-Satélite - tipo de arma - ver FAS)

ASJ (Airborne Support Jammer - Interferidor de Suporte Aerotransportado  - ver Radar Jamming)

ASM (Air-to-Surface Missile - Míssil Ar-Superfície - MAS - míssil usado para aeronaves atacarem alvos em terra ou navais; nesse caso, será considerado míssil antinavio - Anti Ship Missile )

ASMP-A (Air-Sol Moyenne Portée -  Míssil Ar-Superfície de Médio Alcance - MASMA - míssil nuclear francês de lançamento aéreo, da MBDA, usado como "último aviso" antes de um ataque nuclear em larga escala)

ASR (Airport Surveillance Radar - Radar de Vigilância de Aeroporto)

ASRAAM (Advanced Short Range Air-to-Air Missile - Míssil Ar-Ar Avançado de Curto Alcance - AIM-132 do Reino Unido seguido pelo mais atual P3I com thrust vectoring)

ASROC (Anti-Submarine ROCket - Foguete Anti-Submarino - usado contra alvo de maior alcance não coberto por torpedo)

ASSHOP (Operações de Assistência Hospitalar à População Ribeirinha - da MB na Amazônia)

ASTROS II
(Artillery SaturaTion ROcket System - Sistema de Artilharia com Foguetes de Saturação - da AVIBRAS)

ASW (Anti-Submarine Warfare - Guerra Anti-Submarina - GAS - método usado por aeronaves e navios em ataque a submarinos  - ver Arma AS)

ASuW (Anti Surface Warfare - Guerra Anti-Superfície - GASu - método usado por aeronaves em ataque a alvos navais)

ATC (Air Traffic Control - Controle de Tráfego Aéreo - CTA)

ATGM (Anti-Tank Guided Missile - Míssil Anti-Tanque Teleguiado - MAT)

ATV (Advanced Technology Vessel - "Vaso" de Tecnologia Avançada - histórico projeto de submarino nuclear indiano, semelhante em tempo ao SNB brasileiro)

AURORA (Autonomous Unmanned RemOte monitoring Robotic Airship - Dirigível Robótico Autônomo, Não-Tripulado, para Monitoramento Remoto - projeto de VANT do CenPRA)

AWACS (Airborne WArning and Control System -  Airborne Warning & Control - AW&C - Sistema Aerotransportado de Alerta e Controle - aeronave de inteligência que direciona a defesa aérea contra invasores - perfaz C2BM)

AWL (Above Water Level - Acima do Nível da Água)




B


B&S (Busca & Salvamento)

BFM (Basic Fighter Manouvers - Manobras Básicas de Caça - parte do treinamento padrão de caças da USAF)

BI (Basic Intercepts - Interceptações Básicas - parte do treinamento padrão de caças da USAF)


BID (Base Industrial de Defesa - no Brasil)

BIPLACE (Biposto - aeronave com dois tripulantes)

BLITZKRIEG (Guerra Relâmpago - nome dado pelos alemães antes da 2ª GM para uma doutrina militar ofensiva com o objetivo de evitar a guerra de trincheiras da 1ª GM, que consistia em uma bombardeio inicial seguido do emprego de forças móveis atacando com velocidade e surpresa, de modo a impedir que o inimigo organizasse suas forças de defesa a tempo - ver Linha Maginot)

BMD (Ballistic Missile Defense - Defesa Contra Mísseis Balísticos - ver FAS)

BOMBORDO (Lado esquerdo de um navio)

BORESTE (Lado direito de um navio - substituiu o termo estibordo na MB)

BPE (Buque de Proyección Estratégica - Navio de Projeção Estratégica - projetado para ser o maior da Marinha da Espanha)

BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China - termo criado pelo Banco de Investimentos Goldman Sachs em 2003 em trabalho conhecido como "Sonhando com os BRICs", em que os 4 países serão as futuras potências mundiais - também refere-se à possível aliança estratégica formada em 2002 - ver PIBs e Gráficos)

BVR (Beyond Visual Range - Além do Alcance Visual - aplica-se a míssil ar-ar capaz de engajar alvos além de 37 km ou 20 mn)

BVRAAM (Beyond Visual Range Air-To-Air Missile - Míssil A-Ar Além do Alcance Visual - caso do Meteor europeu)

BWB (Blended Wing Body - Fuselagem e Asa Combinadas)




C


C-SAR (Combat - Search and Rescue - Busca e Salvamento em Combate - ver Tropas de Elite 1 e 2)

C2 (Command and Control - Comando e Controle)

C2-ATTACK (Attack Command and Control-Attack - Comando de Ataque e de Contra-Ataque)

C2BM (Command, Control, Battle Management - Comando, Controle, Gerenciamento de Batalha -  ver AWACS)

C2ISR (Command, Control, Intelligence, Surveillance and Reconaissance - Comando, Controle, Inteligência, Vigilância e Reconhecimento)

C3 (Command, Control and Communications - Comando, Controle e Comunicações)

C3I (Command, Control, Communications, and Intelligence - Comando, Controle, Comunicações e Inteligência)

C4 (Command, Control, Communications, and Computers - Comando, Controle, Comunicações e Computadores)

C4I (Command, Control, Communications, Computers and Intelligence - Comando, Controle, Comunicações, Computadores e Inteligência)

C4I2 (Command, Control, Communications, Computers, Intelligence and Interoperability - Comando, Controle, Comunicações, Computadores, Inteligência e Interoperacionalidade)

C4IR (Command, Control, Communications, Computers, Intelligence and Reconnaissance - Comando, Controle, Comunicações, Computadores, Inteligência e Reconhecimento)

C4ISR (Command, Control, Communications, Computers, Intelligence, Surveillance and Reconnaissance - Comando, Controle, Comunicações, Computadores, Inteligência, Vigilância e Reconhecimento)

C4SITAR (Command, Control, Communications, Computers, Intelligence, Surveillance, Target Aquisition, Reconaissance - Comando, Controle, Comunicações, Computadores, Inteligência, Vigilância, Aquisição de Alvo, Reconhecimento)

CALLSIGN (Símbolo de Chamada - nome escolhido para representar aeronave especial ou empresa aérea em suas transmissões por rádio - caso do Air Force One - AFO)

CAM (Centro de Armas da Marinha - da MB)

CANHÃO ANTIAÉREO (Peça de artilharia longa e móvel usada contra aviões)

CANOPY (capota transparente em forma de meia bolha para acesso à aeronave)

CAOC (Combined Air and space Operations Center - Centro de Operações Combinadas do Ar e Espaço - da USAF)

CAP (Combat Air Patrol - Patrulha Aérea de Combate - tipo de missão defensiva para caças, protegendo aeronaves, áreas em terra ou navios de outros caças atacantes)

CASOp (Centro de Apoio a Sistemas Operativos - da MB)

CATAPULTA A VAPOR (Método de decolagem usado pelos Navios-Aeródromos da Classe Nimitz e pelo NAe A-12 São Paulo da MB)

CATAPULTA ELETROMAGNÉTICA (sendo desenvolvida pela General Atomics para o CVN-21 da US Navy - permitirá lançamentos mais suaves e graduais, sem o ruído e vapores dos equipamentos atuais)

CATOBAR (Catapult Assisted Take-Off But Arrested Recovery - Decolagem Assistida por Catapulta e Pouso com Barrreira - método usado pelos NAes americanos da Classe Nimitz , o francês CDG e o brasileiro São Paulo).

CAVOK (Céu Limpo - termo usado por pilotos)

CBAS  (Command Brigade Air Squadron - Esquadrão Aéreo da Brigada de Comando)

CBERS (China-Brazil Earth Resources Satellite - Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres - ver catálogo de imagens do INPE)

CC (Carro de Combate - ver MBT)

CCIP (Constantly Computed Impact Point - Ponto de Impacto com Computação Constante)

CCL (Carro de Combate Leve)

CCRP (Command and Control Research Program - Programa de Pesquisa de Comando e Controle)

CDF (Caça de Defesa de Frota)


CeMASb (Centro de Mísseis e Armas Submarinas - da MB)

CETM (Centro de Eletrônica da Marinha - da MB)

CFN (Corpo de Fuzileiros Navais - ver CGCFN - da MB)

CFT (Conformal Fuel Tanks - Tanques de Combustível Conformais - são tanques descartáveis utilizados em aeronaves para missões de longo alcance sem acesso a REVO)

CGCFN (Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais - da MB)

CHAFF (Despistadores de mísseis com guiagem radar - contramedida com refletores para despistar o radar de um míssil, consistindo na emissão de uma nuvem de listras metálicas finas de vários tamanhos e respostas de frequências, as quais podem refletir ecos com propósito de confundir o míssil - ver FLARES)

CI (CounterInformation - Contra-Informação)

CIA (Central Intelligence Agency - Agência Central de Inteligência - serviço de inteligência e espionagem dos EUA responsável por coletar, analisar e emitir relatórios com informações sobre governos, empresas e indivíduos estrangeiros)

CIGS (Centro de Instrução de Guerra na Selva - o EB na Amazônia)

CINC (Commander in Chief, President of the United States - Comandante Chefe - comandante das forças militares de uma nação)

CINDACTA (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Trafego Aéreo - da FAB)

CIP (Communication Improvement Program - Programa de Aperfeiçoamento de Comunicações - PAC)

CISR (Chief of Intelligence, Surveillance, and Reconnaissance - Comandante de Inteligência, Vigilância e Reconhceimento)

CME (Contra-Medidas Eletrônicas)

CNA (Computer Network Attack - Ataque a Rede de Computadores)

CNS/ATM (Communication, Navigation, Surveillance / Air Traffic Management - Comunicações, Navegação, Vigilância / Gerenciamento de Tráfego Aéreo - novo sistema de gerenciamento de tráfego aéreo a sendo adotado internacionalmente, utiliza recursos de gestão de vôo apoiados em satélites de comunicações, incorporando a tecnologia de dados GPS para navegação - ver pdf)

COC (Centro de Operações de Combate)

COCKPIT CANOPY (Cabina - carenagem que envolve os pilotos em uma aeronave militar, devendo ser deslocado quando assento ejetável for utilizado)

COD (Carrier Onboard Delivery - Entrega a Bordo de NAes - serviço de transporte de tripulantes, cargas e correio entre terra e navio de guerra executado por aeronave de asa fixa ou rotativa)

CODLAG (COmbined Diesel, eLectric And Gas - Combinado Diesel, Elétrico  e Gás - tipo de turbina empregada pelas Fragatas Franco-Italianas FREMM)

COG (Centers Of Gravity - Centros De Gravidade - CDG)

COMDEFESA (Cadeia Produtiva da Indústria de Defesa - do Brasil)

COMINT (Communications Intelligence - Espionagem de Comunicações - ver SIGINT)

CONTROL STICK
(Alavanca de Comando - coluna pela qual o piloto insere ou reverte comandos impostos pela ação de turbulências ou intempéries - flight controls)

COSBAN (Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Coordenação e Cooperação)

COTAC (Copilot Tactical Coordinator - Coordenador Tático Co-Piloto)

CRE (Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado Federal - do Congresso Nacional)

CREDN (Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados - do Congresso Nacional)

CRUISE SPEED (Velocidade de Cruzeiro - média de velocidade da aeronave durante o vôo nivelado e nivelado reto)

CS / ONU (Conselho de Segurança da ONU)

CSC2 (Combat Support Command and Control - Comando e Controle de Apoio ao Combate)

CSN / ATM (Communication Navigation Surveillance / Air Transport Management -  Vigilância de Comunicação em Navegação / Gerenciamento de Transporte Aéreo - sistema com requisitos avançados de segurança para aeronaves comerciais, que controlará o tráfego aéreo futuro pelo sistema global ATM)

CT&I (Ciência, Tecnologia e Inovação - ver PD&I)

CTA (Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial - desde 1º de janeiro de 2006, deixou de significar Centro Técnico Aeroespacial - da FAB)

CTEx (Centro Tecnológico do Exército Brasileiro)

CTMSP (Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo - da MB)

CTOL (Conventional Take-Off and Landing - Decolagem e Pouso Convencionais - método usado por aeronave que requer pista longa)

CVN (Carrier Vessel Nuclear - Navio-Aeródromo Nuclear - da US Navy - aircraft carrier)




D


DACT (Dissimilar Aerial Combat Tactics - Táticas de Combate Aéreo Dissimilares - parte do treinamento padrão de caças da USAF - ver ACT)

DAE (Destacamento Aéreo Embarcado - a bordo do NAe A-12 São Paulo)

DATA LINK (Enlace de Dados - meio de conexão entre dois locais com o propósito de receber e enviar dados - usado na aviação para auxiliar a troca de informações entre aeronaves e controle de tráfego aéreo - usado na Força Aérea para controle de Aeronaves de Inteligência de Combate sobre os Esquadrões de Caças)

DCA (Defensive Counter Air - Escolta Aérea Defensiva - Escolta aérea a vetores de alto valor estratégico, como reabastecedores, aeronaves AWAC, e a grupos-tarefa transportando forças especiais)

DCI (Defensive CounterInformation - Contra-Informação Defensiva - CID)


DECM (Deceptive Electronic CounterMeasures - Contramedidas Eletrônicas de Dissimulação - CED)

Def Lit (Defesa do Litoral - Brasil)

DELTA WING
(Asa Reta - Aeronave com asa em flechas que aparenta um triângulo isósceles)

DEPTH CHARGE (Carga de Profundidade - usada por meios de superfície para explodir submarinos em mergulho de fuga)

DEW (Directed-Energy Weapon - Arma de Energia Dirigida - Ver FAS e pdf)

DHM (Dirigível Híbrido Multimissão - proposta do DEFESA BR para o EB e a MB)

DICS (Digital Internal Communication Systems - Sistema Digital de Comunicações Internas)

DIRCM (Directional Infrared Countermeasure - Contramedida Infra-Vermelha Direcional)

DIVE (Picar - ato de ganhar velocidade ou perder altura rapidamente colocando o avião com o nariz orientado para a Terra. Os bombardeiros de mergulho utilizam essa prática para aumentar a precisão)

DLIR (Downward-Looking Infra-Red- Varredura Inferior InfraVermelha)

DoD (Department of Defense - Ministério da Defesa dos EUA - pronuncia-se "di-ô-di")

DTM (Diretoria de Telecomunições da Marinha - da MB)

DTLOMS (Doctrine, Training, Leader development, Organization, Materiel development, and Soldiers - Doutrina, Treinamento, Desenvolvimento de Líders, Organização, Desenvolvimento de Material, e Soldados)

DTS (Digital Terrain System - Sistema de Terreno Digital - combina dados de radar, altímetro e sistema digital de mapas para alertar os pilotos sobre obstáculos à frente)


DUAL-USE TECHNOLOGY (Tecnologia de Uso Dual ou Duplo - tecnologia desenvolvida por e/ou para militares que também pode ser usada para fins civis - na origem, era relativa à proliferação de armas nucleares - exemplos : Internet e celular)




E


EAD (Enlace Automático de Dados)

EB (Exército Brasileiro)

EB (Electromagnetic Bomb, E-Bomb - Bomba Eletromagnética - ver pdf)

ECCM (Electronic Counter-Countermeasures - Contra-Contramedidas Eletrônicas)

ECHS (Enhanced Cargo Handling System - Sistema Aperfeiçoado de Manuseio de Carga)

ECM (Electronic CounterMeasures - Contra-Medidas Eletrônicas)

ECMO (Electronic CounterMeasures Officer - Encarregado de ECM)

EDA - Esquadrão de Demonstração Aérea / Esquadrilha da Fumaça - da FAB)

EFIS  (Electronic Flight Information Systems - Sistemas Eletrônicos de Informação de vôo)

EFS (Expeditionary Fighter Squadron - Esquadrão Expedicionário de Caças - EEC)

EG (Emprego Geral - para aeronaves da MB)

EGPWS (Enhanced Ground Proximity Warning System - Sistema Aperfeiçoado de Alerta de Proximidade da Superfície - sistema mais avançado que o GPWS, que faz os computadores de uma aeronave compararem sua localização atual com um banco de dados da terra originado em GPS)

ELEMENTO (Termo empregado para designar formação de duas aeronaves, composto pelo comandante à frente, e o ala à direita em diagonal - da FAB)

ELINT (ELectronic INTelligence -  Espionagem Eletrônica - coleta de informações através do emprego de sensores eletrônicos - ver SIGINT)

ELO (Esquadrão de Ligação e Observação - da FAB)

EMALS (Electromagnetic Aircraft Launch System - Sistema Eletromagnético de Lançamento de Aeronaves - sistema inovador desenvolvido pela empresa General Dinamics para emprego nos futuros NAes do Programa CVN-21 da US Navy)

EMC (Electro-Magnetic Compatibility - Compatibilidade Eletro-Magnética)

EMI (Electro-Magnetic Interference - Interferência Eletro-Magnética)

EMGEPRON (Empresa Gerencial de Projetos Navais - da MB)

EN (Escola Naval - da MB, na Ilha de Villegagnon, Rio de Janeiro, RJ)

ENDURANCE (Autonomia - alcance de uma aeronave em função da quantidade de combustível)

ENLACE DE DADOS (Data Link - ver Data Link)


EO/IR (Electro Optical/Infra Red - Elétrico Ótico/Infravermelho - EOIV)

EPCAr (Escola Preparatória de Cadetes do Ar, que antecede a AFA - da FAB)

ES (Electronic warfare Support - Apoio à Guerra Eletrônica)

ESM (Electronic Support Measures - Medidas de Apoio Eletrônico)

ESTIBORDO (Lado direito de um navio - hoje, usa-se o termo boreste)

ESTOL (Extremely Short Take-Off And Landing - Decolagem e Pouso Extremamente Curtos)

ETA (Esquadrão de Transporte Aéreo - da FAB)

ETCAS (Enhanced Traffic Alert and Collision Avoidance System - Sistema Aperfeiçoado de Alerta de Tráfego e Evitador de Colisão - sistema da Honeywell mais avançado que o TCAS, com um alcance extendido de vigilância)

EVAM (Equipamento de Emergência para Evacuação Médica)

EW (Electronic Warfare - Guerra Eletrônica)

EWO (Electronic Warfare Officer - Encarregado de Medidas de Guerra Eletrônica)

EWR (Early Warning Receiver - Receptor de Alerta Antecipado)




F


FAA (Fleet Air Arm - Aviação Naval Britânica)

FAB (Força Aérea Brasileira)

FAC (Forward Air Controller - Controlador Aéreo Avançado)

FADEC (Full Authority Digital Engine Control - Controle Digital de Motor com Total Autoridade -  sistema que permite a partida automática com completo gerenciamento da performance do motor de uma aeronave)

FAREI (Força de Ação Rápida Estratégica Integrada - proposta do DEFESA BR para EB/MB/FAB)

FBW (Fly-by-Wire - Vôo Por Cabos - sistema de controle digital que dá maior agilidade e segurança à aeronave; sistema de interface elétrica que substitui o controle físico do piloto sobre uma aeronave, sendo seus comandos convertidos em sinais elétricos; com isso, computadores redundantes determinam os melhores movimentos do sistema para o resultado desejado)

FCF (Functional Check Flight - Checagem Funcional de Vôo)

FCR (Fire Control Radar - Radar de Controle de Fogo)

FE (Flight Engineer - Engenheiro de Vôo)

FEET (Pés - unidade de medida de altitude - 1 pé = 30,48cm, e 1m = 3,28 pés - por convenção, 1000 pés = 300 m)

FIRE-AND-FORGET (Dispare e Esqueça - termo empregado para mísseis de última geração que dispensam serem guiados pelo piloto depois do disparo, permitindo que este se evada da região sem ser atacado e até possa preocupar-se com novos alvos)

FISINT (Foreign Instrumentation Signals INTelligence - Espionagem de Sinais Instrumentais Estrangeiros - monitoramento e coleta de sinais de comunicação não humanos - ver SIGINT)

FITS (Fully Integrated Tactical System - Sistema Tático Totalmente Integrado - da  CASA)

FLARES (Despistadores de mísseis com guiagem IR - cartuchos usados por aeronaves contendo substâncias pirotécnicas projetados para iluminar, identificar, sinalizar ou alarmar - ver CHAFF)

FLIR (Forward Looking Infra-Red - Varredura frontal infravermelha - VFIF - visualização por varredura infravermelha)

Fly-By-Wire (Vôo Por Cabos - ver FBW, acima)

FOG-MPM (Fiber Optics Guided - Multiple Purpose Missile - Míssil Multipropósito Guiado por Fibra Ótica - família de mísseis guiados por fibra ótica para emprego anti-fortificação, anti-carro e anti-helicóptero, e com capacidade de alcance de 12 km a 60 km, podendo ser lançado de veículos terrestres, navios e helicópteros, e imune a contra-medidas eletrônicas - da Avibras)

FORÇA TAREFA (Agrupamento temporário de unidades com propósito de executar determinada operação ou missão)

FREMM (French Fregate Multi-Mission - FRagata Européia MultiMissão - FRégate Européenne Multi Missions para os franceses e em italiano Fregata Europea Multi-Missione. Projetada  pela DCNS francesa e a Fincantieri italiana para operar Guerras Anti-Aérea, Anti-Submarina e Anti-Navio, e ainda ser capaz de conduzir ataques a alvos profundos em terra.  A França terá 17 unidades e a Itália 10 unidades)




G


G-4 (Grupo de 4 Países que procuram ingressar como membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU -  Brasil, Alemanha, Índia e Japão)

G-8 AMPLIADO (Grupo de 7 Países Industrializados, mais a Rússia, que formariam 8 associados plenos, mais 4 membros informais desde 2002, que são Brasil, China, Índia e África do Sul - G-12)

GAVCa (Grupo de Aviação de Caça - da FAB)


GDP (Gross Domestic Product - Produto Interno Bruto - Listas Nominal e PPP)

GMT (Greenwich Mean Time - hora média de Greenwich - corresponde à hora vigente no meridiano zero - Rio de Janeiro a GMT+3)

GPS (Global Positioning System - Sistema de Posicionamento Global - ver Vectorsite - ver INS)

GPWS (Ground Proximity Warning System - Sistema de Alerta de Proximidade da Superfície - sistema anterior ao EGPWS, monitorando a altitude de uma aeronave acima da superfície com um altímetro e fornecendo alertas visuais e de áudio sobre aproximações do solo)

GRUMEC (Grupo de Mergulhadores de Combate - da MB)

GS (Ground School - Escola em Terra - aulas em terra para aprendizado das características e funcionamento da aeronave)

GT (Ground Training - Treinamento em Terra)

GTE (Grupo de Transporte Especial - da FAB)




H


HARM (High-Speed Anti-Radiation Missile - Míssil Anti-Radiação de Alta Velocidade )

HD (Homeland Defense - Defesa do Território Nacional)

HDD (Head Down Display - Visor Abaixo da Cabeça)

HERF (High Energy Radio Frequency Weapons - Armas de Rádio Freqûencia de Alta Energia)

HF/DF (High Frequency Direction Finding - Busca de Direção de Alta Frequência - apelidado de "Huff-Duff" na 2ª GM)

HI-LO-HI (Alto-Baixo-Alto - aproximação em grande altitude, ataque a baixa altitude e evasão a grande altitude)

HLD (Head Level Display - Visor Frontal / Ao Nível da Cabeça - usado pelo Rafale - mesmo que HUD)

HMD (Head / Helmet Mounted Display - Visor Montado no Capacete - sistema de mira no capacete - ver HUD)

HMS (Her/His Majesty’s Ship - Navio da Marinha Real Britânica)

HOT (High-Optical-Tube - Míssil de alta velocidade subsônica, teleguiado opticamente, lançado de um tubo)

HOTAS (Hands on Throttle and Stick - Manche e Manete de Potência Combinados)

HPM (High Power Microwave - Microondas de Alto Poder - ver HERF)

HSV (High Speed Vessel - Navio de Alta Velocidade - experimento naval da US Navy com base em Catamaran - HSV-2 Swift)

HUD (Head Up Display - Visor Frontal / Acima da Cabeça - visor holográfico - fixo na cabine ou montado em óculos no capacete - HMD - que mostra os dados principais, como velocidade, altitude, e armamentos de um caça, de maneira mais rápida, poupando ao piloto ter de olhar o painel de instrumentos)

HUDWAS (Head-up Display and Weapon-Aiming System - Visor Frontal e Sistema de Pontaria de Armas)

HUMINT (HUman INTelligence -  Espionagem Humana - coleta de informações inimigas através de fonte humana, como espiões, prisioneiros, refugiados, civis, ONGs e outros)




I


ICBM (Intercontinental Ballistic Missile - Míssil Balístico Inter-Continental - capacidade de alcance entre 3.000 nm e 8.000 nm)

ICCS (Integrated Catapult Control System - Sistema Integrado de Controle de Catapulta - usado nos NAes da US Navy - ver NAes Aspectos Principais)

IDAS (Interactive Defense for Air-attacked Submarines - Defesa Interativa para Submarinos Sob Ataque Aéreo)

IDAS (Interactive Defense Avionics System - Sistema Interativo de Aviônica de Defesa)

IDAS / MATT (Interactive Defense Avionics System - Sistema Interativo de Aviônica de Defesa / Multi-mission Advanced Tactical Terminal - Terminal Tático Avançado Multimissão)

IDF / IAF (Israel Defense Force / Israel Air Force - Força de Defesa de Israel / Força Aérea de Israel)

IEER / ADAR (Improved Extended Echo Ranging - Alcance de Eco Estendido e Aperfeiçoado / Air Deployable Active Receiver - Receptor Ativo Empregável no Ar)

IFF (Identifier Friend or Foe - Identificador de Amigo ou Inimigo - Radar)

IFRP (In-Flight Refueling Probe -  Sonda de Reabastecimento em Vôo -
dispositivo de abastecimento de aeronaves militares em vôo)

IHM (Interface Homem-Máquina)

ILS (Instrument Landing System -  Sistema Instrumental de Aproximação - auxílios eletrônicos, visuais e sonoros ao pouso em condições adversas)

Infravermelho - ver IR

INS (Inertial Navigation System - Sistema de Navegação Inercial - plataforma inercial que disponibiliza posição, velocidades e altitudes de um veículo, aeronave ou míssil, ao medir suas acelerações e rotações aplicadas à estrutura inercial do sistema - ver GPS)

InSAR (Interferometric Synthetic Aperture Radar - Radar Interferométrico de Abertura Sintética - tecnologia de radar usada em satélite ou aerotransportada para definir os contornos do solo terrestre, operando de dia ou à noite. Empregada pelas Forças Armadas, empresas de engenharia e mineração, agências de controle ambiental, e ainda pela Defesa Civil em situações de emergência ou desastres - sistema aerotransportado nacional OrbiSAR-1 produzido pela Orbisat)

IPqM (Instituto de Pesquisas da Marinha - da MB)

IR (Infra-Red - Infravermelho - IV - A radiação infravermelha é uma parte da radiação eletromagnética cujo comprimento de onda é maior que o da luz visível ao olho do ser humano, porém menor que o das microondas, consequentemente, tem menor frequência que a da luz visível e maior que a das microondas. O vermelho é a cor de comprimento de onda mais larga da luz visível)

IRBM (Intermediate Range Ballistic Missile - Míssil Balístico de Alcance Intermediário - ver ICBM)

IRDS (Infra-Red Detection System - Sistema de Detecção Infravermelho)

IRIS-T (Infra Red Imaging System Tail/Thrust Vector-Controlled - Sistema Imageador Infravermelho com Controle de Empuxo Vetorado na Cauda - moderno míssil ar-ar do consórcio europeu BGT / Saab / Alenia comandado pela Alemanha, e destinado a substituir o AIM-9 Sidewinder - ver IDAS)

ISAR (Inverse Synthetic Aperture Radar - Radar de Abertura Sintética Inversa - RASI)

ISAR-IGMT (Inverse Synthetic Aperture Radar Imaging of Ground Moving Targets - Radar de Abertura Sintética Inversa para Imageamento de Alvos Móveis Terrestres - RASI-IAMT)

I S R (Intelligence, Surveillance and Reconaissance - Inteligência, Vigilância e Reconhecimento - os R 99 - ver C4ISTAR)

ISS (International Space Station - Estação Espacial Internacional - EEI)

ISTAR (Intelligence, Surveillance, Target Aquisition, Reconaissance - Inteligência, Vigilância, Aquisição de Alvo, Reconhecimento - ver C4ISTAR)

ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica - da FAB)

ITER (International Thermonuclear Experimental Reactor - Reator Experimental Termonuclear Internacional - Projeto multinacional de energia por fusão nuclear com emprego do nióbio, em construção na cidade francesa de Cadarache, e que deverá entrar em operação em 2015. Seus 7 participantes são EUA, UE, Índia, Japão, China, Rússia e Coréia do Sul)

IV ( Infravermelho - Ver IR acima)




J


JAOP (Joint Air and space Operations Plan - Plano Conjunto de Operações Aéreas e Espaciais)

JDAM (Joint Direct Attack Munition - Munição Conjunta de Ataque Direto - kit a ser colocado na cauda de bomba burra que a converte em arma inteligente com sistema GPS / INS - útil em qualquer condição de tempo)

JETSTREAM (Estreita corrente de vento encontrada em grandes altitudes, que é considerada na navegação para aumentar, quando possível, a velocidade em relação ao solo)

JHC (Joint Helicopter Command - Comando Conjunto de Helicópteros - da Inglaterra)

JSF (Joint Strike Fighter - Caça Conjunto de Ataque - programa da USAF que levou ao F-35 Lightning_II americano)

JSOW (Joint Stand-Off Weapon - Arma de Emprego Comum - joint venture entre a US Navy e a USAF por um sistema de armas comunalizadas de médio alcance )

JTFEX (Joint Task Force Exercise - Exercício Conjunto da Força-Tarefa)

JTIDS (Joint Tactical Information Distribution System - Sistema Conjunto de Distribuição de Informção Tática - SCDIT)




K


KEI (Kinetic Energy Interceptor - Interceptador de Energia Cinética)

KEW (Kinetic Enegy Weapon - Arma de Cinética - ver FAS)

KE ASAT (Kinetic Energy Anti-Satellite - Energia Cinética Anti-Satélite)

KNOT (Nó - Unidade de medida de velocidade, utilizada na aviação, correspondente a 1 NM por hora - 1 NM corresponde a 1 minuto de longitude na linha do equador)




L


LANDING GEAR (Trem de Pouso - conjunto formado por rodas, pneus, suportes e outros equipamentos que uma aeronave utiliza para pousar ou manobrar em terra)

LANTIRN (Low-Altitude Navigation and Targeting IinfraRed for Night - Navegação e Designação de Alvo Infravermelha Noturna em Baixa Altitude sistema da Lockheed empregado nos caças americanos F-14, F-15 e F-16)

LASSIDÃO (Estratégia de Resistência - do EB - ver
DefesaNet)

LAV (Light Armoured Vehicle - Veículo de Blindagem Leve - blindado sobre rodas)


LCS (Littoral Combat Ship - Navio de Combate Litorâneo - futuros navios da US Navy - ver 1 2)

LD/HD (Low Density - Alta Densidade / High Demand - Alta Demanda)

LGB (Laser Guided Bomb - Bomba Guiada a Laser)

LHA (Landing, Helicopter, Assault - Desembarque, Helicóptero, Assalto - navio de assalto anfíbio multipropósito da US Navy - TARAWA CLASS e LHA-6)

LHD (Landing, Helicopter, Dock - Desembarque, Helicóptero, Doca - navio de assalto anfíbio multipropósito da US Navy - WASP CLASS)

LINHA MAGINOT (Linha de defesa com fortificações de concreto construída ao longo da fronteira da França com a Alemanha na 1ª GM - franceses pensavam poder conter um ataque alemão na 2ª GM a tempo de mobilizar suas forças de defesa - ver Blitzkrieg)

LINS (Laser Inertial Navigation System - Sistema Laser de Navegação Inercial - ver INS)

LMRS (Long-term Mine Reconnaissance System - Sistema Continuado de Reconhecimento de Minas - sistema sendo desenvolvido pela Boeing desde 1999 para o Bureau do Programa de UUV da U.S. Navy, hoje conhecido como Sistema AN/BLQ-11 - ver UUV)

LNN (Ligação Norte-Nordeste - simulação do ECONOMIA BR)

LOAL (Lock-On After Launch - Travamento Após o Lançamento - modo de lançamento de míssil quando o alvo encontra-se além do alcance visual)

LOBL (Lock-on Before Launch - Travamento Antes do Lançamento - modo de lançamento de míssil quando o alvo encontra-se a distâncias mais curtas)

LOC (Localizer - Localizador)

LO-LO-LO (Aproximação, ataque e evasão - todos a baixa altitude)

LOOK-DOWN/SHOOT-DOWN (Olha para Baixo / Atira para Baixo - é a capacidade de um radar detectar e travar um alvo móvel abaixo do horizonte)

LOOPING (Manobra acrobática na qual o avião dá uma volta completa na vertical, tendo iniciado uma manobra ascendente, podendo ser normal - ascendente - ou reverso - descendente).

LPD (Landing Platform Dock - Plataforma de Desembarque por Doca - navio de assalto anfíbio da US Navy - San Antonio Class)

LPH (Landing Platform, Helicopter
- Plataforma de Desembarque, Helicóptero - navio da US Navy)

LRCAP (Long-Range Combat Air Patrol - Patrulha Aérea de Combate de Longo Alcance)

LRMTS (Laser Ranger and Marked-Target Seeker - Telêmetro e pesquisador de alvo marcado, a laser)

LRU (Line Replaceable Unit - Unidade Recolocável de Linha)

LSO (Landing Signal Officer - Oficial Sinalizador de Pouso - OSP)

LVA (Low Visibility Approach - Aproximação com Baixa Visibilidade)

LWR (Laser Warning Receiver - Alerta Laser - ver RWR)




M


MAC (Military Airlift Command - Comando Militar Aerotransportado).

MACH (Unidade de velocidade do som = 1.200 km/h - velocidade acima de MACH 1 é supersônica e acima de MACH 5 é hipersônica)

MAD (Magnetic Anomaly Detector - Detector de Anomalias Magnéticas - DAM)

MAD (Mutual Assured Destruction - Destruição Mútua Garantida - doutrina nuclear criada pelos americanos nos anos 60 onde o próprio nome se explica; prevalece junto às potências nucleares até hoje, na prática)

MAGE (Medidas de Apoio à Guerra Eletrônica)

MANPADS (MAN-Portable Air Defense Systems - Sistema Portátil de Defesa Aérea)

MARE (
Materiais Absorvedores de Radiação Eletromagnética - Projeto do CTA)

MAW (Missile Approach Warning - Alerta de Aproximação de Mísseis)

MAWS (Missile Approach Warning System - Sistema de Alerta de Aproximação de Mísseis)

MB (Marinha do Brasil)

MBT (Main Battle Tank - Tanque Principal de Batalha ou Carro de Combate Principal - ver Osório)

MCM (Mine Countermeasure - Contra-Medidas de Minas - tipo de navio da US Navy)


MCS (Modular Control System - Sistema Modular de Controle)

MD (Ministério da Defesa - do Brasil)

MDA (Missile Defense Agency - Agência de Defesa contra Mísseis)

MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - do Brasil)

MedEvac (Medical Evacuation - Evacuação Médica)

MECs (Mergulhadores de Combate - MB)

MESA (Multi-Role Electronally Scanned Array - Vetor Multimissão Eletronicamente Escaneado - radar desenvolvido pela Northrop Grumman capaz de detectar aeronaves a 450 km, instalado em avião em altitude máxima de 12.497 metros e a uma velocidade de 630 km/h - ver AESA)

MESMA (Module d'Energie Sous-Marine Autonome - Módulo Autônomo de Energia Submarina - sistema AIP francês)

MFCD (MultiFunction Colour Display - Mostrador Colorido Multifuncional)

MFFO (Mixed Fighter Force Operation - Operação de Forma Mista de Caças - OTAN - força com caças variados de diferentes países)

MFI (Mnogotselevoj Frontovoj Istrebitel (russo) - Caça Multifunção de Linha de Frente da Rússia)


MICA (Missile d'Interceptation, de Combat et d'Autodefense - Míssil de Inteceptação, Combate e Autodefesa - MICA - Míssil ar-ar francês)

MIDS (Multifunction Information Distribution System - Sistema Multifuncional de Distribuição de Informações - usado em caças como o Rafale)

MiGCAP (MiGs Combat Air Patrol - Patrulha de Combate contra MiGs)

MINA (Engenho colocado em terra ou mar, com carga explosiva dissimulada, enterrada, pendurada, flutuante ou submarina, que detona por ação mecânica, de tempo, magnética, por percussão ou por comando elétrico)

MINA NAVAL (Engenho usado para danificar ou afundar embarcações, de fundo, de ancoragem ou de deriva, com detonação mecânica, elétrica, sonora, magnética, automática ou de comando)

MIRACL (Mid-InfraRed Advanced Chemical Laser - Laser Químico Meio Infra-Vermelho Avançado - ver PDF)

MIRV (Multiple Independently Targetable Reentry Vehicle - Veículo com Múltiplas Reentradas Alvejáveis Independentes - é uma coleção de armas nucleares criada pelos soviéticos, as quais podem ser direcionadas a diversos alvos do teeritório inimigo, porém conduzidas por um único míssil ICBM ou SLBM)

MTI (Moving Target Indicator - Indicador de Alvo em Movimento - técnica de processamento de sinal de radar usada para distinguir alvos de despistadores - usado pelos R-99 da FAB)

MLS (Mikrowave Landing System - Sistema de Aterrissagem por Microondas)

MLU (Mid-Life Upgrade - Modernização de Meia Vida - para aeronaves e navios de guerra)

MMEV (Multi-Mission Effects Vehicle - Veículo com Efeitos de Multimissão - um blindado LAV - ver Canadian Land Forces
)

MoB (Mobile Base - Base Móvel - projeto de projeção militar dos EUA)

MODFRAG (Programa MODFRAG - processo de modernização de meia vida das fragatas da Classe Niterói da MB concluído em 2006)

MONOPLACE (Monoposto - aeronave com somente um tripulante)

MOVES (MOdeling, Virtual Environments and Simulation - Modelagem, Ambientes Virtuais e Simulação - Instituto da NPS, organização da U.S. Navy)

MP/ASW (Maritime Patrol and Anti-Submarine Warfare - Patrulhamento Marítimo e Guerra Anti-Submarino - aeronave P 99).

MPF (Military Personnel Flight - Vôo de Pessoal Militar)

MPUAV (Multi-Purpose Unmanned Aerial Vehicle -
Veículo Aéreo Não-Tripulado Multi-Propósito - VANT-MP)

MRBM (Medium-Range Ballistic Missile - Míssil Balístico de Médio Alcance)

MRE (Ministério das Relações Exteriores - do Brasil)

MSA (Minimum Safe Altitude - Altitude Mínima de Sgurança)

MSA (Míssil Superfície-Ar - usado em bateria de defesa anti-aérea - ver SAM)

MSTAR (Manportable Surveillance and Target Acquisition Radar - Radar Portátil de Vigilância e Aquisição de Alvos)

MTCR (Missile Technology Control Regime - Regime de Controle de Tecnologia de Mísseis)

MWS (Missile Warning Satellite - Satélite de Alerta de Mísseis - da Lockheed Martin)



N


NAe (Navio-Aeródromo - termo correto para Porta-Aviões)

NAFTA (North America Free Trade Agreement - Acordo de Livre Comércio da América do Norte - envolve os EUA, Canadá e México)

NAM (Navio de Assalto Multipropósito - proposta do DEFESA BR para a MB)

NAS (Naval Air Station - Base Aeronaval - da USN)

NASA (National Aeronautics and Space Administration - Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço - dos EUA)

NAVWASS (NAVigation and Weapon-Aiming Sub-System - Subsistema de Navegação e Pontaria das Armas)

NBCC (Nuclear, Biological, Chemical, and Conventional - Nuclear, Biológico, Químico e Convencional -  armamentos)

NDCC (Navio de Desembarque de Carros de Combate - da MB)

NDD (Navios de Desembarque Doca - da MB)

NFO (Naval Flight Officers - Encarregados de Vôos Navais - da USN)

NOSC (Network Operations and Security Center - Centro de Segurança e Operações de Rede)

NOSE (Nariz - Parte frontal da aeronave)

NVG (Night Vision Goggles - Óculos de Visão Noturna)

NWO (Night Water Operations - Operações Aquáticas Noturnas)




O


OAE (Operações Aéreas Especiais - da FAB)

OAS (Offensive Air Support - Apoio Aéreo Ofensivo - apoio aéreo direto às forças terrestres - OTAN)

OBIGS (OnBoard Inert gas Generating System - Sistema de Bordo Gerador de Gás Inerte )

OBOGS (OnBoard Oxygen Generating System - Sistema de Bordo Gerador de Oxigênio)

OCA (Offensive Counter Air - Ataque a Alvos Inimigos no Ar ou em Aeródromos - ataque para supressão de poder aéreo inimigo, destruindo suas aeronaves e pistas)

OCI (Offensive Counterinformation - Contra-Informação Ofensiva)

ONU  (Organização das Nações Unidas)

OPEP (Organização dos Produtores e Exportadores de Petróleo)

OSP (Oficial de Sinalização e Pouso - aviador naval que guarnece um posto à ré do espelho de pouso e orienta o piloto na final curta para o pouso)

OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte - NATO)

OTH (Over the Horizon - Radar Além do Horizonte)

OTHT (Over the Horizon Targeting - Designação de Alvos Além do Horizonte)

OTM (Operador de Transporte Multimodal)

OVERHAUL (Revisão Geral - nível de intervenção com desmonte e inspeção até o menor componente,  com reparos e ensaios individuais e do conjunto)

OVERHAUL MAINTENANCE (Menutenção Profunda - manutenção de grande porte com imobilização para ações de inspeção e desmontagem de vulto, com grande número de ferramentas, equipamentos de apoio especiais, tecnologias e grande investimento, em oficinas especializadas de grande capacidade e competência)

OVT (Otklanyayemi Vektor Tyagi / Deflected Thrust Vector - Empuxo Vetorado Defletido - do MiG-35)




P


PAC (Patrulha Aérea de Combate)

PAK FA (Perspektivnyi Aviatsionnyi Kompleks Frontovoi Aviatsyi - Future Air Complex for Tactical Air Forces - Sistema Aéreo Futuro para Forças Aéreas Táticas - projeto de caça russo multimissão de 5ª Geração, e contrapartida do JSF)

PASSADIÇO (Ponte de comando de navio de guerra)

PBW (Plasma-Based Weaponry - Armamentos Baeados em Plasma)

PCN (Programa Calha Norte - do EB na Amazônia)

PCS (Programa Cruzeiro do Sul - conduzido conjuntamente pelo CTA e AEB em parceria com os russos para o desenvolvimento de 5 novos foguetes lançadores de satélites até 2022)

PD&I (Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico com Inovação - termo moderno com ênfase em Inovação, sucessor do antigo P&D, de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico)

PDN (Política de Defesa Nacional - do MD)

PEDRO (Helicóptero SAR que permanece em vôo em circuito próximo ao NAe, empregando mergulhadores e guincho de salvamento - da MB)

PFPS (Portable Flight Planning Software - Programa  Portátil de Planejamento de Vôo)

PIB - (Produto Interno Bruto - Gross Domestic Product - GDP. Pode ser NOMINAL ou por Paridade de Poder de Compra - PPP)

PMA (Ponto de Maior Aproximação)

PMG (Período de Manutenção Geral - usado pelas Forças Armadas do Brasil)

PNE (Peaceful Nuclear Explosion - Explosão Nuclear Pacífica - usada para fins de testes e para mostrar poderio atômico frente aos possíveis inimigos e o mundo)

PNID (Política Nacional da Indústria de Defesa - do MD)

PNP (Precision Navigation and Positioning - Navegação e Posicionamento de Precisão)

POPA (Parte posterior do navio)

POW (Prisioner Of War - Prisioneiro De Guerra)

PPP (Purchasing Power Parity - Paridade de Poder de Compra - forma moderna de cálculo do PIB de um País para comparação com os demais - Lista)


Pri-Fly Tower (Primary Flight Control Tower - Torre de Controle Primário de Vôo - é a Torre de Comando das operações aéreas em um NAe da Classe Nimitz da US Navy)

PROA (Parte anterior do navio)

PROJÉTIL (do Latim pro, para frente, e jectus, lançado - corpo lançado no ar com velocidade e direções tais que possam atingir a grandes distâncias seres vivos ou obstáculos materiais, inutilizando-os)

PWR (Pressure Water Reactor - Reator de Pressão a Água - tipo de reator nuclear de pequeno porte para submarino - RENAP-11 da MB)




Q


QUAL (Qualification - Qualificação)

QRA/I (Quick-Reaction Alert Interceptor - Interceptador em Alerta para Reação Rápida)

Q-SHIP (Decoy Ship - Navio Camuflado - como não combatente com armamentos escondidos, preparado para descobrir as armas de imediato)




R


R & D (Research and Development - Pesquisa e Desenvolvimento - P&D)

RADAR (RAdio Detection And Ranging - Detecção e Telemetria pelo Rádio - dispositivo que permite detectar objectos a longas distâncias)

RADAR JAMMING (Interferidor de Radar)

RAM (Radar Absorbing Material - Material Absorvente de Radar)

RCS (Radar Cross Section - Seção Transversal do Radar - Assinatura Radar - modo como um objeto reflete uma onda eletromagnética incidente nele, como uma aeronave, blindado ou navio são vistos pelos radares inimigos; a redução de assinatura radar ou RCS é o aspecto  fundamental na tecnologia da furtividade - stealth - pois com a menor RCS de um veículo medida em m2, pode-se evadir mais facilmente à deteção de radar e melhorar a sobrevida em combate)

RD&I (Research, Development and Innovation - Pesquisa Científica, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação - PD&I)

RDT&E (Research, Development, Test and Evaluation - Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliação)

RECCEXREP (REConnaissance EXploitation REPort - Relatório de Reconhecimento e Exploração - mensagem usada para relatar os resultados
de uma missão aérea de reconhecimento tático, com interpretação das imagens)

REFIT (Encaixar novamente - processo de reforma de meia-vida de navio com reparo e reequipamento)

RETROFIT (Ação para modificar equipamento atualmente em serviço)

REVO (Reabastecimento em Vôo - da FAB)

RFI (Request For Information - Requisição de Informação - para pedir informação de inteligência em operação ou momento crise)

RFP (Request For Proposal - Requisição De Propostas - do governo para a indústria apresentar proposta de desenvolvimento e produção de um sistema)

RIO (Radar Interception Officer - Operador do radar de interceptação)

RM (Royal Marines - Fuzileiros Navais Britânicos)

ROB (Requisito Operacional Básico - para desenvolvimento e aquisição de equipamento ou armamento)


ROLL-OUT (Rola para Fora - cerimônia de lançamento de uma nova aeronave, quando é apresentada e tratorada para fora do hangar em que foi construída)


ROTHR (Relocatable Over the Horizon Radar - Radar Realocável Além do Horizonte)

ROYALTIES (uma das formas mais antigas de pagamentos de direitos. A palavra royalty vem do inglês royal, que siginifica "relativo ao rei". No Brasil, são compensações financeiras devidas ao Estado pelas empresas que possuem concessão para exploração de petróleo e gás natural em terra ou no mar. No caso da Plataforma Continental, os royalties são distribuídos entre Estados, Municípios, Comando da Marinha e Ministério da Ciência e Tecnologia, conforme os artigos 47 a 49 da Lei do Petróleo - Lei Nº 9.478/97, de 06/08/1997, e o Decreto Nº 2.705/98 - ver ANP - pdf)
 
RPA (Remotely Piloted Aircraft - Aeronave Pilotada Remotamente)

RS (Remote Sensing - Sensoriamento Remoto - aeronave responsável por sensoriamento remoto - o R 99 B - ver AGS)

RTEx (Relatório Técnico Experimental)

RTOp (Relatório Técnico Operacional)

RTSDL (Real Time Sensor Data Link - Enlace de Dados com Sensor de Tempo Real - EDSTR)

RWR (Radar Warning Receiver - Receptor de Alerta de Radar - sistema usado em aeronave, que detecta as emissões de rádio de um radar, quer esteja baseado em terra ou em outra aeronave - ver LWR)




S


SA (Surveillance Aircraft - Aeronave de Vigilância Aérea - o R 99 A - ver R 99 A)

SABER (Sistema de Acompanhamento de Alvos Aéreos Baseado em Emissão de Radio
freqüência - radar de defesa antiaérea desenvolvido pelo EB em parceria com universidades e empresas nacionais, como a OrbiSat)

SAC (Strategic Air Command -
Comando Aéreo Estratégico)

SAM (Surface-to-Air Missile - Míssil Superfície-Ar - MSA - usado em bateria de defesa anti-aérea - o mais capaz hoje atinge 35.000 m de altitude)

SAR (Search And Rescue - Busca e Salvamento)

SAR (Synthetic Aperture Radar - Radar de Abertura Sintética - RAS)

SAS (Special Air Service - Serviço Aéreo Especial).

SARH (Semi-Active Radar Homing - Orientação por radar semi-ativo)

SAT (Surface Attack Tactics - Táticas de Ataque ao Solo - parte do treinamento padrão de caças da USAF)

SBIRS (Space-Based InfraRed System - Sistema de Infra-Vermelho Baseado no Espaço - para o satélite de alerta de mísseis - MWS - da Lockheed Martin)

SCALP NAVAL (Míssil naval de cruzeiro anglo-francês capaz de atingir alvos profundos em terra, disparados de sistemas verticais e com o alcance do Tomahawk)

SCM (Sea Control Mission - Missão de Controle do Mar - MCM)

SEAD (Suppression of Enemy Air Defenses - Supressão de Defesas Aéreas Inimigas)

SECOS (SEcure COmmunication Systems - Sistema de Comunicação Segura)

SELOM (Secretaria de Logística, Mobilização, Ciência e Tecnologia - do MD)

SERE (Survival, Evasion, Resistance and Escape - Sobrevivência, Evasão, Resistência e Escapada - curso da US Navy)

SGB (Satélite Geoestacionário Brasileiro - da AEB - ver SSMM)

SI (Spectrum Interference - Interferência Espectral)

SICONTA (SIstema de CONtrole TÁtico e de Armas - da MB - Naval Tactical Data Control System - ver IPqM e IES)

SIDM (Sistema Integrado de Defesa de Mísseis - proposta do DEFESA BR para FAB e EB)

SIGINT (Signals Intelligence - Espionagem de Sinais de Segurança - disciplina que engloba COMINT, ELINT e FISINT - ver pdf)

SINS (Ship Inertial Navigation System - Sistema de Navegação Inercial de Navio - proporciona dados precisos de localização geográfica, velocidade e alinhamento para os sistemas de navegação e de armas de um navio de combate)

SIPAM (Sistema de Proteção da Amazônia)

SIR (Sistema Integrado de Radiogoniometria da Marinha - da MB)

SIR (System Integration Receivers - Receptores de Integração de Sistema)

SIRFC (Suite of Integrated Radio Frequency Countermeasures - Conjunto Integrado de Contra-Medidas de Rádio-Frequência)

SISCOMIS (SIStema brasileiro de COmunicação MIlitar por Satélite - sistema da FAB utilizado para transferir dados, imagens e voz entre aeronaves militares e o SISDABRA)

SISDABRA (SIStema de Defesa Aeroespacial BRAsileiro)

SIVAM (Sistema de Vigilância da Amazônia - parte do SIPAM)

SKI-JUMP (Rampa de Ski - decolagem com "salto para o céu" em NAe)

SLAR (Side-Looking Airborne Radar - Radar aerotransportado de varredura lateral)

SLBM (Submarine-Launched Ballistic Missile - Míssil Balístico Lançado Por Submarino)

SLDM (Sistema de Lançamento de Despistadores de Mísseis - ver CHAFF)

S-MB-10 (Submarino Médio Brasileiro - projeto da MB cancelado)

SNB (Submarino Nuclear Brasileiro de Ataque - projeto da MB em andamento)

SNS (Satellite Navigation Station - Estação de Navegação de Satélite)

SOFPARS (Special Operations Forces Planning and Rehearsal System -
Sistema de Planejamento e Ensaio de Operações de Forças Especiais)

SOS (Special Operations Squadron - Esquadrão de Operações Especiais - EOP)

SOTAS (Stand-off Target Acquisition System - Sistema de Aquisição de Alvos à Distância)

SPAN (Envergadura - comprimento total das asas, inclusive a fuselagem da aeronave)

SPECTRA (Systeme de Protection Electronique de Combat de Tires du RAfale / Self Protection Equipment Countering Threats of Rafale Aircraft - Sistema Eletrônico de Proteção Contra Ameaças de Combate do Rafale)

SPIES (Special Patrol Insertion and Extraction Systems - Sistemas Especiais de Inserção e Extração de Patrulhas)

SPOILERS (Freio aerodinâmico que impede o aumento excessivo de velocidade da aeronave durante a descida)

SRC (Search and Rescue Center - Centro de Busca e Salvamento)

SRPM (Serviço de Relações Públicas da Marinha - da MB)

SRW (Strategic Reconnaissance Wing - Ala de Reconhecimento Estratégico)

SSBN (Ship Submersible Ballistic Missile - Nuclear - Navio Submersível com Míssil Balístico - Nuclear - enormes submarinos americanos da época da guerra fria, como os da Classe Ohio, que hoje estão convertidos em SSGN para uso de mísseis de cruzeiro Tomahawks)

SSGN (Steel Shark, Giant Shadow - Tubarão de Aço, Sombra de Gigante - apelido dos antes poderosos submarinos SSBM da Classe Ohio convertidos a SSGN, com G de Guided Missile - Míssil Guiado)

SSK (Submarine Killer - Matador de Submarinos - SSK é a sigla americana usualmente empregada para designar submarinos de propulsão convencional, a diesel. Seria o submarino caçador de submarinos quando utilizado em guerra anti-submarina. Originalmente, era usada a sigla SS, a qual significa submarino com propulsão a diesel. SSK foi uma classe da US Navy chamada Hunter-Killer / ASW Submarine. É uma arma tática)

SSM (Surface-to-Surface Missile - Míssil Superfície-Superfície )

SSMM (Sistema de Satélites de Múltiplas Missões - ou Satélite Geoestacionário Brasileiro - SGB - da AEB)

SSN (Space Surveillance Network - Rede de Vigilância Espacial)

SSN (Nuclear Submarine - Submarino Nuclear - SSN é a sigla americana que designa submarinos de propulsão nuclear de ataque, usados em operações ofensivas, como caçadores velozes. Existe ainda a classificação SNA para Submarino Nuclear de Ataque. É uma arma estratégica)

STALL (Perda - quando a aeronave perde sustentação)

STAR (Surveillance, Target Aquisition, Reconaissance - Vigilância, Aquisição de Alvo, Reconhecimento - ver C4ISTAR)

STEALTH (Furtividade - Tecnologia que cobre uma gama de técnicas usadas em aeronaves, mísseis e navios a fim de torná-los até mesmo invisíveis aos radares e outros métodos de detecção)

STOBAR (Short Take-Off but Arrested Recovery - Decolagem Curta e Pouso com Barrreira - método usado pelos caças Sukhoi_Su-33 no NAe russo Kuznetsov)

STOL (Short Take-Off and Landing - Decolagem e Pouso em Pista Curta - método usado por aeronave que requer pista muito curta)

STOVL (Short Take-Off and Vertical Landing - Decolagem em Pista Curta e Pouso Vertical - método usado por aeronave com capacidade de pouso vertical, como o F-35Lightning II, mais conhecido como JSF, que é VTOL, mas costuma operar em STOVL a fim de reduzir o consumo de combustível na decolagem e poder carregar mais armamentos)




T


TACAN (Tactical Air Navigation - Navegação Aérea Tática)

TACCO (Tactical Coordinator - Coordenador Tático)

TAIL (Cauda - parte traseira da aeronave em que se localizam: leme de direção e de profundidade)

TAIS (Tactical Airspace Integration System - Sistema Tático de Integração Aeroespacial)

TAKE-OFF (Decolagem - momento em que a aeronave deixa o solo e começa a voar)

TASS (Tatical Air Support Squadron - Esquadrão Tático de Apoio Aéreo)

TAW (Tactical Airlift Wing - Ala Tática Aerotransportada)

TBF (Time Between Failures - Tempo Entre Falhas)

TBO (Time Between Overhauls  - Tempo entre Manutenções de Grande Porte - ver Overhaul Maintenance)

TCAS (Traffic Allert and Collision Avoidance System - Sistema de Alerta de Tráfego e Evitador de Colisão -
sistema aviônico criado para evitar colisões entre aeronaves, sendo que o TCAS de uma aeronave é um radar que se comunica com o TCAS de outras aeronaves e analisa se há rota de colisão entre elas)

TERCOM (Terrain-Contour-Matching - Comparação de Contorno de Relevo - sistema que guia mísseis comparando mapas presentes na memória com o contorno detectado pelo seu radar)

TERRA (Tecnologia de Reatores Rápidos Avançados - projeto brasileiro de mini-usina termonuclear com até 6 ton, transportável em um C-130 e capaz de gerar um 1 Mw durante 4 anos)

THROTTLE (Acelerador - controle que permite aumentar ou diminuir o fluxo de combustível no motor, causando elevação ou redução da velocidade)

THRUST (Empuxo - força produzida por motores turbojet e turbofan)

THRUST VECTORING (Empuxo Vetorado - habilidade de direcionar a força de empuxo produzida por motores turbojet e turbofan)

TI (Tactical Intercepts - Interceptações Táticas - parte do treinamento padrão de caças da USAF)

TJS (Tactical Jamming System - Sistema Tático de Interferência)

TO (Teatro de Operações)


TORPEDO (engenho explosivo usado no mar de forma cilíndrica alongada, autopropulsado ou teleguiado)

TOW (Tube-launched, Optically tracked Wire-guided missile - Míssil Guiado por Cabo, Lançado de Tubo, com Acompanhamento Ótico)

TRAM (Target Recognition and Attack Multi-sensor - Multissensor de Reconhecimento e Ataque a Alvos)

TRANSBORDO (Transhipment - transferir mercadorias/produtos de um para outro meio de transporte ou veículo, no decorrer do percurso da operação de entrega)

TRANSPONDER (Rádio que recebe e retorna sinais com o Controle do Tráfego Aéreo)

TRANSPORTE MULTIMODAL (Integração dos serviços de mais de um modo de transporte, utilizados para que determinada carga percorra o caminho entre o remetente e seu destinatário, entre os diversos modais existentes, sendo emitido apenas um único conhecimento de transporte pelo  Operador de Transporte Multimodal)

TRIM (Trails, Roads, Interdiction Multi-Sensor - Multissensor de Interdição de Trilhas e Estradas)

TRIMARAN (Tipo de barco ou navio com 3 cascos - ver Trimaran em Defesa BR )

TTCS (Tactical Terminal Control System - Sistema de Controle do Terminal Tático)

TURBOFAN (Motor a jato que utiliza uma espécie de ventilador à entrada de ar, utilizado no Boeing 747)

TURBOJET (Turbojato - aeronave na qual é usado o motor turbojato)

TVC (Thrust Vectoring Control - Controle de Empuxo Vetorado)

TWIN ENGINES (Bimotor - avião que utiliza dois motores como meio de propulsão)




U


U-BOAT (Unterseeboot - Submarino - da Marinha Alemã)

UAV (Unmanned Aerial Vehicle - Veículo Aéreo Não-Tripulado - VANT)

UCAV (Unmanned Combat Aerial Vehicle - Veículo Aéreo Não-Tripulado de Combate - VANT-C)

UHR/SAR (Ultra High Resolution Synthetic Aperture Radar - Radar de Abertura Sintética de Ultra Alta Resolução - RAS/UHR)

UM (Maintenance Unit - Unidade de Manutenção)

URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas)

US Army (United States Army - Exército do Estados Unidos)

US Navy (United States Navy - Marinha dos Estados Unidos)

USAAF (United States Army Air Force - Força Aérea do Exército dos Estados Unidos - Força Aérea que era parte autônoma do US Army e existiu formalmente entre 1941 e 1947, tendo sido a precursora da USAF)

USAF (United States Air Force - Força Aérea do Estados Unidos)

USAFA (United States Air Force Academy - Academia da Força Aérea dos Estados Unidos)

USAT (United States Army Transport - Navio de Transporte do Exército dos Estados Unidos)

USCG (United States Coast Guard - Guarda Costeira dos Estados Unidos)

USMC (United States Marine Corps - Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos)

USS (United States Ship - Navio de Guerra dos Estados Unidos - prefixo)

USSTRATCOM (United States Strategic Command - Comando Estratégico dos Estados Unidos)

UTTAS (Utility Tactical Transport Aircraft System - Sistema Utilitário de Transporte Aerotático)

USW (Undersea Warfare Systems - Sistema de Guerra Submarina)

UUV (Unmanned Undersea Vehicle - Submarino Não-Tripulado - desenvolvido inicialmente pela URSS para acompanhar um SSN em suas caçadas, também é chamado de AUV no mundo civil. Tem largo potencial para a guerra submarina do futuro)




V


VANT (Veículo Aéreo Não-Tripulado - ver UAV)

VANT-C (Veículo Aéreo Não-Tripulado de Combate - ver UCAV)

VBL (Veículo Blindado Leve)

VC-66  (Lockheed VC-66 Lodestar - primeiro avião presidencial do Brasil)

VCI (Veículo de Combate de Infantaria)

VLS (Vertical Launching System - Sistema de Lançamento Vertical)

VLS (Veículo Lançador de Satélites - do Brasil)

VOR (VHF Omnirange -  Sistema de Radiofaixa Unidirecional de Frequência Muito Alta )

VRA (Veículo de Reconhecimento Armado)

VSSU (ASW Support Unit - Unidade de Apoio à Guerra Anti-Submarina)

V/STOL (Vertical / Short Take-Off and Landing - Decolagem e Pouso Verticais / Curtos - método usado por aeronave muito moderna que usualmente opera em NAe, sendo capaz de decolar e pousar em ambos os modos)

VTOL (Vertical Take-Off and Landing - Decolagem e Pouso Verticais - método usado por aeronave que opera em NAe, como o V-22, além dos F-35 Lightning II, Harrier e AV-8 Harrier II)

VUAV (Vertical Take-Off and Landing Unmanned Aerial Vehicle - Veículo Aéreo Não-Tripulado de Decolagem e Pouso Verticais - como o Bell Eagle Eye HV-911)




W


WME (Weapons of Mass Effect - Armas de Efeito de Massa)

WEIGHT (Peso - força de atração que a Terra exerce sobre um corpo)

WHEEL (Roda - parte do trem de pouso)

WIND TUNNEL (Túnel Aerodinâmico - câmara que produz vento artificial para testar modelos de aviões)

WINGLETS (Pontas das asas dobradas para cima - servem para diminuir o arrasto da aeronave, reduzindo também o consumo de combustível)

WINGS (Asas - braços da aeronave que a ajuda a ser sustentada pelo ar)

WVR (Within Visual Range - Dentro do Campo Visual - míssil)

WWII (World War II - 2ª Guerra Mundial)




X




Y




Z


ZEE (Zona Econômica Exclusiva)




PREFIXOS AÉREOS


Os prefixos que existem nas identificações das aeronaves possuem um significado conforme suas funções :

A significa Attack, para aviões de ataque. Ex. A-10 Warthog.

B significa Bomber, para aviões bombardeiros. Ex. B-2 Spirit.

C significa Cargo, para cargueiros. Ex. C-130 Hercules.

F significa Fighter, para caças. Ex. F-18 Hornet, F-5M.

H significa Helicopter, que são aeronaves de asas rotativas. Ex: AH-64 Apache.

K são aeronaves de reabastecimentos em vôo. Ex: KC-130 Hercules.

P significa Patrol, para aviões de patrulha. Ex: P-95 Bandeirulha.

R significa Reconhecimento, para as modernas aeronaves ISR (Intelligence, Surveillance and Reconaissance - Inteligência, Vigilância e Reconhecimento). Ex: R-99.

S significa Salvamento, para aeronaves de resgate. Ex: SC-95.

T significa Treinamento, para o treinamento de novos pilotos. T-25 Universal.

V significa VIP, para aeronaves de autoridades. VC-1A, avião presidencial do Brasil; VC-25A é o Air Force One; já VH é um helicóptero presidencial.

X,Y são protótipos. Ex: YF-22 Raptor, AMX.

Z são planadores. Ex: TZ-13 Blanik.

OBS: Algumas aeronaves possuem duas letras no prefixo. A primeira letra é a função para qual o avião foi adaptado. A segunda é a função para qual ele foi fabricado. Ex: AT-27 Tucano, treinador adaptado para ataque.




SIGLAS DA FAB


AFA - Academia da Força Aérea (Air Force Academy)

CAN - Correio Aéreo Nacional (National Air Mail)

CECAN - Centro do CAN (CAN Centre)

CLA - Centro de Lançamento de Alcântara (Alcântara Launching Centre)

COMAR - Comando Aéreo Regional (Regional Air Command)

CTA - Centro Técnico da Aeronáutica (Air Force Technical Centre)

DECEA - Dep. De Controle do Espaço Aéreo (Air Space Control Department)

DEPED - Dep. De Pesquisa e Desenvolvimento (Research and Development Department)

DEPENS - Dep. De Ensino (Training Department)

EDA - Esquadrão de Demonstração Aérea (Air Demonstration Squadron)

EIA - Esquadrão de Instrução de Vôo (Flight Instruction Squadron)

ETA - Esquadrão de Transporte Aéreo (Air Transport Squadron)

FAE - Força Aérea (Air Force)

GABAER - Gabinete do Comandante da Aeronáutica (Air Force Commander Office)

GAv - Grupo de Aviação (Aviation Group - Wing); i.e: 1°/10°GAv significa primeiro esquadrão do décimo grupo de aviação.

GEIV - Grupo Especial de Inspeção em Vôo (In Flight Inspection Special Group)

GT - Grupo de Transporte (Transport Group)

GTE- Grupo de Transporte Especial (Special Transport Group)

GTT - Grupo de Transporte de Tropas (Troops Transport Group)

Clube de Vôo à Vela (Sailplane Flight Club)

Clube de Ultra-leves (Ultralight Club)




PREFIXOS NAVAIS


Códigos para Designação dos Navios de Guerra pelo padrão da OTAN :

AOE - Fast Combat Support Ship.

AOR - Replenishment Oiler.

CV - Aircraft Carrier.

CVH - Helicopter Carrier.

CVN - Nuclear-powered Aircraft Carrier.

CG - Guided Missile Cruiser.

CGH - Guided Missile Helicopter Cruiser.

CGN - Nuclear-powered Guided Missile Cruiser.

DG/DDG - Guided Missile Armed Destroyer.
 
FF - Frigate.

FG/FFG - Guided Missile Armed Frigate.

FFH - Frigate, Helicopter.

FS - Corvette.

FSG - Guided Missile Armed Corvette.

LCAC - Landing Craft, Air-Cushion (hovercraft).

LCM - Landing Craft, Medium.

LCT - Landing Craft, Tank.

LCU - Landing Craft, Utility.

LCVP - Landing Craft, Vehicles and Personnel.

LHA - Amphibious Assault Ship

LHD - Amphibious Assault Ship.

LPD - Amphibious Transport (Dock).

LPH - Amphibious Assault Ship, Helicopter.

LSD - Landing Ship, Dock.

LST - Landing Ship, Tank.

LVT - Landing Vehicle, Tracked.

MCDV - Maritime Coast Defence Vessel (Canada).

MCMV - Mine Countermeasures Vessel.

MHC - Coastal Minehunter.

MSC - Coastal Minesweeper.

PCFG - Fast Patrol Craft, Guided Missile Armed.

PG - Guided Missile Armed Patrol Craft.

SRMH - Single Role Minehunter.

SSBN - Submarine, Nuclear-powered, Ballistic Missile Armed.
 
SSG - Submarine, Surface-to-Surface Missile Armed.

SSGN - Submarine, Surface-to-Surface Missile Armed, Nuclear-powered.

SSK - Submarine, ASW Capable, Non-nuclear.

SSN - Submarine, Nuclear-powered.